****** PRODUTOS DESTE BLOG PARA ENVIO POR CORREIO ******

* açúcar gelificante * * baunilha Bourbon de Madagáscar * * sementes de Cumaru/fava Tonka

Encomendas por e-mail
flordetavira@hotmail.com





segunda-feira, 15 de Outubro de 2012

Para quem não conhece: baunilha de Madagáscar em pó

Hoje venho mostrar algo que me tem poupado imenso tempo: a baunilha em pó!

Para quem ainda não conhece, a baunilha em pó substitui na perfeição a vagem de baunilha, economizando imenso tempo na preparação para utilização da vagem, que como sabem consiste em abrir longitudinalmente a vagem com uma faca afiada, e raspar as sementes do interior. 
Ora esta simples tarefa acaba por nos fazer sempre ficar com os dedos (aromaticamente) sujos; depois  disso, temos que raspar a faca tentando aproveitar ao máximo o que retirámos do interior, e na melhor das hipóteses aproveitamos a vagem vazia para "reciclar" em açúcar baunilhado, num arroz doce, etc.
Como tantas vezes digo, "em casa de ferreiro espeto de pau": por aqui tenho sempre imensas vagens de baunilha, mas aborreço-me com a tarefa pegajosa de ir retirar as sementinhas, e raspar, e limpar tudo.
E como tal, já há muito tempo que utilizo a baunilha de Madagáscar em pó! Basta abrir o frasquinho, e utilizar a quantidade que queremos, sem termos a tal tarefa "pegajosa", e sobretudo dispendiosa, pois todos sabemos que a baunilha de qualidade, é cara. Logo, temos até alguma tendência a utilizar menos vezes, e menos quantidade, do que aquilo que gostaríamos, certo? 

Com a baunilha em pó, nem temos essa preocupação, pois é bem mais económica: um frasquinho de 10g permite mais de 200 utilizações! É verdade! 
E com a inquestionável qualidade de sempre!!


Além disso, temos açúcar baunilhado pronto na hora, basta misturar a proporção desejada, e não temos que esperar que passe algum tempo até podermos utilizar; a essência de baunilha pronta em pouquíssimo tempo, sem termos que esperar tanto tempo para macerar a vagem; também podemos adicionar directamente o pó na chávena do café ou chá, e claro, em todas as preparações culinárias que peçam baunilha.
Simples, não é? Nunca mais vão querer outra coisa! ;)
Esta semana trago-vos os frasquinhos, coisa que tenho há quase um ano para vos mostrar!



3 comentários:

  1. Olá Dina, parece uma boa ideia;)
    Obrigada, beijinhos.

    ResponderEliminar
  2. Olá Flor de Tavira!
    Obrigada pelo comentário no LB e pela partilha da coincidência da receita :) Estes livros manuscritos são autênticos tesouros!
    Um beijinho
    Teresa

    ResponderEliminar